Categorias
Ambientes backup configurações Ferramentas hardware Linux manutenção Office procedimentos Sistema de Arquivos tecnologia USB Windows windows

Planilha do Futiba sumiu…

Distress Call

A planilha do Futiba sumiu

O que aconteceu?

Editou normalmente a planilha. Quando foi usar novamente, não encontra mais a planilha na pasta.

Com pouco mais de detalhe, a planilha era guardada em um pendrive, sempre salvando em cima da anterior (com o mesmo nome).

Torturando um pouco mais, o pendrive foi sacado à força, mesmo sob protestos do Windows que dizia estar usando o dispositivo, para aproveitar a porta USB para outros fins.

Torturado afirma que saiu de todos os programas que podiam estar retendo o pendrive (excel, powerpoint, etc). Mesmo, não sobrando “nenhum” programa ativo, o Windows afirmava que o dispositivo estava em uso. Aparentemente, era o próprio Windows com o seu Windows Explorer que estava prendendo o pendrive, quando ele montou automaticamente o dispositivo.

Configuração Geral?

Desktop em torre sob a bancada, com extensão da porta USB sobre o tampo, rodando Windows 8.

Windows frequentemente reclamando por upgrade para o Windows 10.

 

Minimização de Danos

Ajustes de Configuração

A extensão de USB pode ter um multiplicador de portas para evitar ter que retirar o dispositivo usando-a. Parece um investimento barato que poderia ter evitado o incidente.

 

 

 

There are two USB policies followed in Windows 7 and so on
Quick Removal(default): It disables the caching on the device and in Windows the contents of the USB which allows to disconnect the USB without the “Eject Hardware Safely” icon.This way the chances of data corruption on ejection are minimal but suffers from performance issues.
Better Performance: This enables the write caching on the device and in Windows the contents of USB but the user must eject the USB drive properly to ensure data integrity but has the benefit of better performance on board.
So it ultimately boils to the user preference between Quick Removal or Better Performance.

Ajustes nos Procedimentos.

 

 

Referencias:

– https://www.linuxdescomplicado.com.br/2014/02/saiba-como-recuperar-arquivos-apagados.html
– http://www.cgsecurity.org/wiki/TestDisk_Step_By_Step – acho que foi este applicativo que usei para recuperar alguns arquivos do pendrive do bola.
– http://www.psafe.com/blog/como-recuperar-arquivos-perdidos-pendrive-hd-smartphone/ – não cheguei a usar este, mas poderia dar certo.
– http://www.remosoftware.com/pt/fat-32-arquivo-recuperacao – este não tentei, acredito que ele seja pago.
– um artigo sobre o caso do arquivo perdido do RSR.

Categorias
Conversão Formatos de Arquivo ISO USB video

A Partida

A Partida, Imagem de promoção
Imagem de promoção do filme A Partida

A Partida é um ótimo filme ganhador do Oscar de melhor filmes estrangeiro de 2009.

Estas notas são as memórias do processo de conversão do filme em formato DVD para arquivo em pendrive para apresentação em aparelho de TV sem o recurso de DVD acomplado.

Não, com certeza os procedimentos realizados neste trabalho foram feitos nesta ordem nem tampouco os retumbantes fracassos foram registrados aqui.

O trabalho demorou mais do que se esperava, muito provavelmente pois eu tinha receio dos resultados obtidos. Receiava que o filme fosse apresentado em formato de pendrive para quem não precisava assistir ao filme no momento.

Categorias
Casos hardware procedimentos

live PenDrive…

ubuntu em pendrive
ubuntu em pendrive

O pendrive se tornou uma boa alternativa aos LiveCD com sistema operacional, com a vantagem de conseguir preservar programas, configurações e dados de uma sessão para outra.

A criação de um pendrive com sistema operacional para bootar, ficou muito fácil no Ubuntu, com o “Criador de Disco de Inicialiazação” que já vem no ambiente. Se não estiver, procure por usb-drive no synaptics.

Um pendrive formatado com fat-32 é perfeito para receber uma imagem ISO da sua versão predileta de Ubuntu para você levar junto contigo para onde for.

Caso Ubuntu 10.10 Maverick Meerkat
Aproveitando o lançamento do Ubuntu 10.10 e a disponibilidade de um pendrive com 16gb, instalei usando o “Criador de Disco de Inicialização”! Deixar algum espaço no pendrive em uma partição marcada como linux-swap ao final do pendrive pode ser de interesse. Imagino conseguir fazer com que no boot ele consiga usar este espaço se a maquina tiver pouca memória real.
A atualização do software instalado com o Gerenciador de Atualizações pode levar algum tempo pois são muitos os pacotes a carregar, mas pode ser de interesse.