Categorias
Ambientes Android Aplicativos backup Celular Comunicação configurações manutenção procedimentos suporte

WhatsApp backup no Google Drive

Referencias

Categorias
backup

backupearás… diz o manual…

backupEstas são as reflexões sobre o backup, da forma que eu uso hoje e de como ele funcionou ou não!

Durante o periodo, os arquivos são desenvolvidos nas áreas de trabalho do computador. Ao final do período, copio os arquivos para a área de backup de primeiro nivel (ainda em hd), desta área vou passando para uma área de backup de segundo nível, na medida do possível ou da falta de espaço em disco. uma área intermediário entre a primeira e a segunda, armazena os arquivos em formato compactado. Para facilitar a consulta, um diretório com a lista dos arquivos (dir) é mantida em hd.

O problema deste inicio de ano foi que perdeu-se o HD com os backups de primeiro nível. Desta forma, os backups ainda não migrados para CD foram perdidos. Inclusive o diretorio (dir). Sem o diretorio, não temos ccomo saber o que está em cada DVD de backup, alem de que aquele é o backup de um determinado periodo.

Compressão.

Parece que os recursos de compressão são bastante usados, mas se mostraram pouco efetivos. O processo nem sempre funciona exatamente como imaginamos e quando apresenta problemas, perde-se todo o conjunto. Alem disso, o fato de ser lento, consumir tempo, é uma restrição grave ao seu uso. Chego a conclusão que a economia de espaço não compensa os custos de processamento para a sua criação ou recuperação.

Nomes de Arquivos

Neste formato de trabalho, ainda precisamos nos fiar muito nos nomes dos arquivos. Assim, é importante a disciplina na hora de nomear arquivos e diretórios para facilitar as buscas. Imagino que a documentação nos campos de comentários dos arquivos poderão ser úteis em versões futuras deste procedimento.

Perdas por erro de leitura da mídia.

Tenho observado que mídias com mais de 5 anos apresentam uma taxa elevada de erro de leitura. Acredito que pode estar relacionado com a qualidade da mídia! Outra hipótese para os erros observados é a evolução do hardware e do software em uso. Reproduzir as condições de trabalho de 5 anos atrás, ou mais é inviável.

 

Categorias
configurações manutenção NTFS procedimentos ReiserFS Sistema de Arquivos

reparando o meu disco externo de 2TB

bom…. podem rir de mim, desde que vocês aprendam….

O meu disco externo com 2TB, contendo backups dos diversos ambientes está apresentando problemas. Não consigo que ele seja montado neste sistema.

Porque será? As minhas tentativas de acesso em um ambiente Win7, em VirtualBox como um dispositivo USB parece não ter ajudado muito. Consegui pouco sucesso neste processo, mas parece ser por falta de leitura das instruções do ambiente.

Um travamento do ambiente quanto estava gravando uma boa quantidade de arquivos backup no ultimo dia do ano, parece que não ajuda muito. Foi justamente após este desligamento não programado que não consegui mais acesso a este sistema.

Recriando a partição no HD agora como ext4.

 

Referências:

Categorias
Sem categoria WordPress

transportando um site WordPress de um dominio para outro

Este é um caso um pouco diferente de simplesmente restaurar o backup de um site. Neste caso, estamos levando o site desenvolvido em WordPress de um dominio para outro.

Backup do Site de Origem

Preferimos neste caso um backup completo do diretório public_html usando o programa de FTP FileZilla, trazendo todos os arquivos para a nossa estação de trabalho.

Também fizemos o backup completo usando o utilitário phpMyAdmin, selecionando-se o banco de dados, e em seguida, todas as tabelas. Selecionando a opção de formato SQL e marcando para transferir o arquivo para a estação de trabalho.

Preparação do Ambiente de Destino.

No ambiente de destino, criamos usando o banco de dados os comandos do painel MySQL no painel de controle. Aproveitamos para criar um usuário do banco de dados e atribuindo a ele as autoridades suficientes para operar a base de dados.

Preparação para o novo ambiente.

Alguns parametros precisam ser ajustados antes da carga para o novo ambiente.

  • wp-config.php – este arquivo contem diversos parametros que precisam ser ajustados para o novo ambiente. DB_NAME, DB_USER, DB_PASSWORD, e DB_HOST. Os dados antigos devem ser substituídos pelos novos;
  • na tabela wp_options, precisamos ajustar os itens siteurl, upload_path, e home para os novos dados;

Carga no novo ambiente.

Carregamos os arquivos usando o FTP FileZilla para o novo ambiente e fizemos a importação dos dados usando o phpMyAdmin. Como acabamos de criar a base de dados, não as tabelas puderam ser criadas normalmente pelos comandos SQL do processo de importação.

Sucesso.


Tropeços.

O que relatei acima é a forma “passada a limpo” do trabalho. O processo executado mesmo foi um pouco mais tortuoso, veja aqui um relato pelos sintomas acompanhado das condições de contorno.

  • Página em branco – criado o WordPress pelo Fantástico no novo ambiente, a carga da base de dados pelo phpMyAdmin, resultava em página em branco no acesso ao dominio. Isso aconteceu porque não tinhamos carregado os temas preparados especialmente para este site no novo ambiente. A solução foi carregar os arquivos baixados do ambiente de origem;
  • Erro na Carga do DB com o phpMySQL. Por algum motivo, o comentário padrão da criação do ambiente WordPress, para o primeiro post ficou duplicado gerando um erro na carga do DB. Nova tentativa, agora eliminando-se a inserção do comentário, funcionou bem.
  • Links apontam para o site antigo. Neste ponto o site começou aparecer quando o dominio era chamado, porem, todos os links, bem como a tentativa de entrar nos itens de administração com ./wp-admin/ acabavam voltando para o site original. Ajustando-se a tabela wp_options para o endereço correto manualmente, os links passaram a apontar para o local correto.