Categorias
eventos

Cyber Ciência Cidadã

Brasil@Home, Ciber-Ciência Cidadã no Brasil e na América Latina

Citizen Cybescience Center
Citizen Cybescience Center

Estive no Brasil@Home, Ciber-Ciência Cidadã no Brasil e na América Latina esta manha! Estas são as minhas notas e impressões.

Tendo colaborado com o seti@home, estava curioso para saber dos avanços no projeto bem como alternativas de colaboração na área. A evolução da infraestrutura de processamento para a plataforma BOINC garantindo a expansão para outros projetos de processamento é uma grata satisfação.

Usando o BOINC, o ClimatePrediction.Net tem um bom trabalho. Uma visita ao site pode te impulsionar a participar do projeto e colaborar compartilhando a capacidade computacional dos seus computadores. Afinal, alguns de nós preferem estudos mais imediatos e práticos como os estudos de clima do que as caçadas de extra-terrestres do seti@home.

O modelo de computação colaborativa no processamento cientifico também caminha para outros modelos. Como no caso P2P do IberCivis em especial buscando a regionalização da colaboração como no caso da iniciativa brasileira de computação voluntária do Prof. Dr. Francisco V Brasileiro, da Universidade da Campina Grande.

Outro modelo de processamento, utilizado os recursos de virtualização de processamento vem do CERN, Desenvolvedor do LHC@home. Aqui a tendência de utilização de virtualização se materializa com uma forma toda especial de colaboração.

Importante também a participação cidadã no formato de doação voluntária do seu tempo, como no caso do Projeto Old Weather onde você pode colaborar transcrevendo dados de antigos registros de navegação dos navios, convertendo em dados valiosos para a comparação histórica do clima.

Outros aspectos mais técnicos como o da segurança neste tipo de trabalho, também mostra grande evolução nos últimos anos. Nesta linha, cabe destaque as avaliações apresentadas por Alexandre H Abdo, sobre Open Science.

Outros assuntos abordados, registrados neste post em forma de links:

A grata satisfação com a localização do evento em São Paulo, nas instalações da Unesp na Barra Funda. Realmente, muito fácil de chegar, ao lado do Metro Barra Funda.

Organização impecável, com instalações funcionando perfeitamente. Incluindo-se aqui o coffee-break e lunch.

As palestras em inglês realmente impõe restrições a um número maior de ouvintes. Acredito que seja por isso que alguns dos convidados por mim, não compareceram. Claro, ainda tivemos duas das apresentações em português.

Vídeos.
Abertura – Computação Voluntária e Ciência Voluntária

Francois Grey, Introduction to Citizen Cyberscience (in English)

Dan Rowlands, Running climate prediction models on your PC (in English)

Philip Brohan, Volunteer online transcription of historical climate records (in English)

David P. Anderson, How Citizen Cyberscience technology works (in English)

Francisco Vilar Brasileiro, Ibercivis, a meta volunteer computing project (in Portuguese)

Javier de la Torre, Gathering minds for science (in English)

Ben Segal, Volunteer computing for LHC@Home (in English)

Daniel Lombraña González, Volunteer mapping for deforestation (in English)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.